.

Empresa: Arca Loja Conceito

Ramo de atuação: comércio de produtos para arquitetura e design de interiores

Endereço: Rua Costa Pinto, 31, Vila Paris - Belo Horizonte (MG)

Telefone: +55 31 2552-4443

Site: www.arcaconceito.com.br

Associada desde: 29/01/2016





Entrevista :: Bernando Santana, sócio da Arca Conceito


30/06/17

Administrador de empresas e especialista em negócios internacionais, o empresário Bernardo Santana comanda, juntamente com a sócia Daniela Brandão, os negócios à frente da Arca Conceito, empresa especializada em design de interiores, que inaugurou, recentemente, sua nova loja, em Belo Horizonte (MG).

1 – Como surgiu a Arca Conceito?

Começamos o projeto no inicio de 2014. Minha esposa e eu – sócia Daniela – havíamos voltado pra Belo Horizonte, depois de um tempo morando em São Paulo, e começamos o estudo de uma importadora de objetos de decoração. Eu estudei Administração de Empresas com habilitação em Negócios Internacionais pela FEAD e a Dani fez Design de Interiores na UEMG e, posteriormente, Arquitetura no Izabela Hendrix; então vimos que poderia dar certo. O dólar estava a R$2,65, compramos um pacote de uma missão empresarial, indicada pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) para o Panamá e fomos pesquisar. O Panamá é uma espécie de “zona franca das Américas”, pois existe lá uma área não alfandegada onde a mercadoria do mundo inteiro pode chegar e ser distribuída sem dar entrada tributária no país. São basicamente produtos da china, porém podemos comprar menor quantidade.

Nossa loja seria um espaço quase exclusivo para decoradores e arquitetos, então decidimos por alugar uma casa no bairro Santa Lúcia, onde conseguiríamos atender com tranquilidade, privacidade e exclusividade os nossos clientes. Inauguramos em Maio de 2015 e logo vimos que a volatilidade cambial (a essa altura o dólar estava a R$4) seria uma ameaça enorme para quem era pequeno e precisava-mos corrigir o curso. Passamos a buscar produtos já nacionalizados ou produzidos no Brasil, mais exclusivos e de maior valor agregado, e ampliamos a linha de produtos para móveis tapetes e quadros, produtos que são complementares aos que já trabalhava-mos. Nossa segunda correção de curso foi na mudança de ponto. Verificamos que o trabalho exclusivo com decoradores e arquitetos converge em risco e volatilidade altos, pois são poucas vendas de ticket alto e nosso antigo ponto, por ter sido escolhido para ser uma loja de objetos, não favorecia a exposição de móveis, que demandam de mais espaço e versatilidade e que não tínhamos em nossa casa comercial. Decidimos por uma loja com mais que o dobro da área útil e dois vãos livres no bairro Sion.

2 – Além da mudança do espaço físico da loja, para um ambiente maior e mais moderno, o que representa para a empresa este novo investimento?

No antigo ponto tínhamos 80% das vendas feitas por meio de arquitetos e decoradores, o que centraliza o faturamento em poucas vendas, aumentando o risco e volatilidade da atividade. Hoje, com 40 dias de funcionamento, este número foi para 50% e o faturamento estimado está 300% maior. O perfil de nosso produto também mudou sutilmente, agora trabalhamos com objetos ainda mais selecionados e refinados.

3 – Quais as expectativas em relação ao mercado de design de interiores e como a empresa tem enfrentado o atual cenário econômico?

O atual momento da economia é um ponto importante, realmente estamos numa crise política/econômica e é inegável que isso afeta todo o mercado. Felizmente, temos como atravessar este período, não ilesos, mas vivos. A tendência para este ramo é muito promissora, as pessoas estão investindo nelas mesmas, em seu bem-estar e isso inclui o ambiente em que passam a maior parte do tempo. Vemos aqui, cada vez mais, pessoas investindo em design, ergonomia, funcionalidade e qualidade dos objetos que compõem suas casas.

 4 – De maneira prática, na sua visão, como o design italiano influência na concepção de projetos e soluções desenvolvidas pela Arca Conceito?

Desde que inauguramos, a proprietária da loja, minha sócia Daniela Brandão, visita todo ano o Salão do Móvel de Milão. Isso faz parte de uma política de investimentos que independe da situação financeira ou do mercado. É um investimento que consideramos tão importante quanto o aluguel do ponto comercial. O brasileiro tem muita afinidade com o design europeu e a “meca” do design europeu é a Itália. Temos que nos manter muito próximo a Itália para conseguirmos oferecer os produtos que estarão sendo lançados e farão sucesso aqui no Brasil.

 

Todos os nossos eventos





Outras Notícias



La Camera di Commercio Italiana di Minas Gerais è un'associazione senza scopo di lucro che dal 1995 svolge la missione di promuovere e rafforzare i legami istituzionali e commerciali tra Italia e Brasile. Nel 1998 è stata riconosciuta dal Governo Italiano e da allora fa parte dell'Associazione delle Camere di Commercio Italiane all'Estero, ASSOCAMERESTERO, che a sua volta fa parte UNIONCAMERE (Unione delle Camere di Commercio in Italia).


Per realizzare la sua missione, la Camera distribuisce le proprie attività su due fronti: la prima a servizio delle imprese e la seconda a livello istituzionale.


Nell’ambito dell´assistenza alle imprese, la Camera agisce come un ponte strategico tra le imprese italiane che già hanno oppure cercano rapporti commerciali in Brasile, e per imprese brasiliane interessate al mercato Italiano, offrendo a queste servizi personalizzati per soddisfare le loro esigenze.


Tra i principali servizi resi, si evidenziano seguenti:
- Ricerca partner commerciale e/o produttivo (joint-venture);
- Elaborazione mailing list di importatori/esportatori, grossisti, distributori o rappresentanti etc;
- Ricerca economica preliminare (analisi della concorrenza, prezzi di mercato, canali di sbocco etc);
- Informazioni sulle tariffe doganali per l´importazione in Brasile e le eventuali barriere;
- Ausilio per finanziamento presso le banche locali;
- Ausilio per identificazione di incentivi finanziari e fiscali per la creazione e costituzione di società in Brasile;
- Elaborazione analisi di fattibilità economica per l’importazinoe in Brasile di impianti italiani;
- Elaborazione ed aggiornamento costante di una Guida su Come Investire in Brasile Step by Step;
- Marketing istituzionale e di opportunità d´affari;
- Assistenza nelle relazioni istituzionali e/o commerciali quale ponte tra il mercato e le istituzioni brasiliane e le imprese/istituzioni italiane interessate al mercato brasiliano;
- Gestione di missioni commerciali;
- Organizzazione di agende d´incontri;
- Realizzazione di seminari tematici;
- Partecipazione a progetti istituzionali ed altri.


Verificate il catalogo dei servizi camerali


A livello istituzionale, la Camera agisce come facilitatore delle relazioni bilaterali tra Italia e Brasile, incoraggiando lo scambio di esperienze tra le istituzioni in diversi settori economici. A tal fine, stabilisce importanti partnership con le istituzioni governative brasiliane e italiane, formando una solida rete di collaborazione. Nel suo network figurano il Governo di Minas Gerais, l'Ambasciata d'Italia in Brasile, il Consolato d'Italia a Belo Horizonte, le Segreterie di Stato per lo Sviluppo Economico, Scienza e Tecnologia ed Agricultura, l’Istituto per lo Sviluppo Integrato di Minas Gerais (INDI), il Centro Tecnologico di Minas Gerais (CETEC), la Banca Regionale (BDMG), tra molti altri.



Per saperne di più sui servizi resi dalla Camera di Commercio Italiana in Minas Gerais, non esitate a contattarci:


+55 (31) 3287-2211 - info@italiabrasil.com.br