.

Empresa: Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura de Minas Gerais

Endereço: Rua Piauí, 2019 - Funcionários, Belo Horizonte-MG

Telefone: +55 31 3287-2212

Site: www.italiabrasil.com.br





Entrevista :: Angelo Pangallo, sócio da Sunteco Brasil


29/09/17

Graduado em Geometria pela Faculdade de Engenharia do Politécnico de Turim, o italiano Angelo Pangallo construiu uma sólida carreira nas áreas de energias renováveis, biomassa e engenharia, realizando grandes complexos residenciais, comerciais e industriais. Atualmente, também está à frente de negócios nas áreas de arquitetura e paisagismo. Em entrevista ao Italia Affari, Pangallo conta como a Sunteco conquistou um importante projeto para geração de energia solar para a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). 

 

1 – Como foi o processo e licitação para vencer o projeto?

 

Fomos contatados, diretamente, pelo departamento de meio ambiente do escritório central da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) de São Paulo, pois eles são os gestores do projeto de pesquisa e desenvolvimento, aprovado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), para o desenvolvimento do sistema para o aumento do rendimento energético de painéis solares fotovoltaicos em uma Usina Fotovoltaica Piloto de 39,2 KWp. O projeto tem, por equipe técnica, o Grupo de Energia da Faculdade de Engenharia da Universidade de São Paulo (GEPEA/USP) e como beneficiário o Hotel Escola Bela Vista, em Volta Redonda (RJ). Além da CSN, o projeto é patrocinado pela Itasa (Itá Energética S.A).

Acreditamos que chegaram até nós por meio de um levantamento das empresas do setor fotovoltaico no Brasil detentoras de tecnologia própria. E neste quesito, a Sunteco Brasil tem grande expertise, pois trouxe da Itália todo o seu know-how acumulado à época do desenvolvimento da primeira e segunda versão da tecnologia de painéis-híbridos Sungenius.

Data a importância da usina proposta pela CSN e seu potencial em visibilidade, prontamente a Sunteco se dispôs a fazer os estudos preliminares e todas as análises que impactam a produtividade solar na região, e logo percebemos que, para atender o edital deste projeto, seria necessário prover uma solução altamente técnica e nada comercial (produto de prateleira) e então fomos buscar na Itália, Inglaterra e Estados Unidos pela tecnologia que melhor atenderia os requisitos do projeto.

O processo de avaliação da solução técnica e até mesmo o de negociação foram bastante duros, até que os professores do Grupo de Energia da Faculdade de Engenharia da USP (GEPEA/USP), com os quais temos que dialogar constantemente e de forma muito técnica sobre as funcionalidades de cada componente da usina (suas características, residências, perturbações), tiveram a garantia do pleno funcionamento do Sistema de Monitoramento Avançado da usina (único no Brasil), que controlará, a cada segundo, a quantidade e qualidade da energia produzida nos 146 painéis solares do sistema.

 

2 – Quais os diferenciais competitivos levaram a Sunteco a vencer a acirrada concorrência entre as mais de 200 empresas?

 

Certamente foi a capacidade técnica na instalação e monitoramento das usinas solares já comercializadas no Brasil, e, sobretudo, a experiência com as universidades de Verona e Padova no desenvolvimento do Sungenius.

Durante o processo seletivo, não posso deixar de falar da atenção dada a CSN, na qualidade de cliente, pois tanto nas justificativas técnicas por escrito quanto nas reuniões realizadas para discussão da funcionalidade da solução técnica, a equipe comercial e de suporte técnico da Sunteco deu total atenção, algumas vezes com intervenção até mesmo da Itália via vídeo conferência.

 

3 – O que representa para a Sunteco a realização desse projeto para a CSN?

 

Cremos que a realização de um projeto de pesquisa aprovado pela Aneel, tendo como parceiros grandes nomes como CSN, ITASA e USP, darão notoriedade e visibilidade nacional ao projeto e, em parte, o brand Sunteco será vinculado como realizadora técnica.

 

4 – Em um mercado nacional competitivo, como as tecnologias e inovações italianas no setor tornaram-se um diferencial para a empresa?

 

A Itália é conhecida por sua vocação à inovação, que vem, sobretudo, de suas pequenas e médias empresas, como a própria Sunteco. O diferencial se dá, portanto, trazendo uma tecnologia que já é respeitada e reconhecida pelo brasileiro, que, aliás, ama e convive muito bem com os italianos. Por outro lado, é a segurança na prestação do serviço, o domínio do conhecimento, a expertise acumulada e a atenção pós-venda ao cliente é que fazem o diferencial da Sunteco no mercado.

 

5 – Quais as expectativas da Sunteco em relação ao setor fotovoltaico brasileiro?

 

O fotovoltaico é um mercado em pleno crescimento e que está se tornando uma realidade nas residências dos brasileiros, nos comércios e na indústria. O brasileiro está, pela primeira vez, aprendendo a pensar no longo prazo, a ver a visibilidade de um investimento que dura 30 anos ou mais. Neste contexto, a Sunteco está se expandindo, abrindo filiais e estabelecendo sua rede de técnicos em instalação e manutenção, com uma forte equipe de vendas.  Atualmente, cobrimos todo o Sudeste, os estados de Santa Catarina e Goiás, além do Nordeste, com duas regionais em Salvador (BA) e Recife (PE).

 

Todos os nossos eventos





Outras Notícias



La Camera di Commercio Italiana di Minas Gerais è un'associazione senza scopo di lucro che dal 1995 svolge la missione di promuovere e rafforzare i legami istituzionali e commerciali tra Italia e Brasile. Nel 1998 è stata riconosciuta dal Governo Italiano e da allora fa parte dell'Associazione delle Camere di Commercio Italiane all'Estero, ASSOCAMERESTERO, che a sua volta fa parte UNIONCAMERE (Unione delle Camere di Commercio in Italia).


Per realizzare la sua missione, la Camera distribuisce le proprie attività su due fronti: la prima a servizio delle imprese e la seconda a livello istituzionale.


Nell’ambito dell´assistenza alle imprese, la Camera agisce come un ponte strategico tra le imprese italiane che già hanno oppure cercano rapporti commerciali in Brasile, e per imprese brasiliane interessate al mercato Italiano, offrendo a queste servizi personalizzati per soddisfare le loro esigenze.


Tra i principali servizi resi, si evidenziano seguenti:
- Ricerca partner commerciale e/o produttivo (joint-venture);
- Elaborazione mailing list di importatori/esportatori, grossisti, distributori o rappresentanti etc;
- Ricerca economica preliminare (analisi della concorrenza, prezzi di mercato, canali di sbocco etc);
- Informazioni sulle tariffe doganali per l´importazione in Brasile e le eventuali barriere;
- Ausilio per finanziamento presso le banche locali;
- Ausilio per identificazione di incentivi finanziari e fiscali per la creazione e costituzione di società in Brasile;
- Elaborazione analisi di fattibilità economica per l’importazinoe in Brasile di impianti italiani;
- Elaborazione ed aggiornamento costante di una Guida su Come Investire in Brasile Step by Step;
- Marketing istituzionale e di opportunità d´affari;
- Assistenza nelle relazioni istituzionali e/o commerciali quale ponte tra il mercato e le istituzioni brasiliane e le imprese/istituzioni italiane interessate al mercato brasiliano;
- Gestione di missioni commerciali;
- Organizzazione di agende d´incontri;
- Realizzazione di seminari tematici;
- Partecipazione a progetti istituzionali ed altri.


Verificate il catalogo dei servizi camerali


A livello istituzionale, la Camera agisce come facilitatore delle relazioni bilaterali tra Italia e Brasile, incoraggiando lo scambio di esperienze tra le istituzioni in diversi settori economici. A tal fine, stabilisce importanti partnership con le istituzioni governative brasiliane e italiane, formando una solida rete di collaborazione. Nel suo network figurano il Governo di Minas Gerais, l'Ambasciata d'Italia in Brasile, il Consolato d'Italia a Belo Horizonte, le Segreterie di Stato per lo Sviluppo Economico, Scienza e Tecnologia ed Agricultura, l’Istituto per lo Sviluppo Integrato di Minas Gerais (INDI), il Centro Tecnologico di Minas Gerais (CETEC), la Banca Regionale (BDMG), tra molti altri.



Per saperne di più sui servizi resi dalla Camera di Commercio Italiana in Minas Gerais, non esitate a contattarci:


+55 (31) 3287-2211 - info@italiabrasil.com.br